Centro de Bem-Estar Social de Minde

O CBES, fundado em 1977, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social inscrita na Direcção Geral de Acção Social. Tem estatutos aprovados nos termos do Decreto – Lei 119/83 alterado pelos decretos-lei nº9/85, nº 89/85, 402/85 e decreto-lei nº 172-A/2014. Resultou, por assim dizer, de uma reformulação do sistema de assistência à infância já existente à data da sua fundação e da intenção de dar apoio aos idosos, com a criação de um Centro de Dia. A primeira notícia a seu respeito no Jornal de Minde é dada só em de Maio de 1981 pela sua secção cultural, na qual se dá a entender que o Centro tem muitas outras secções.

Sendo um organismo que se apresentava ao povo com um nome anunciador de um projeto um tanto indefinido, com o andar do tempo foi deixando o campo da abstração nele implícito, passando a desenvolver uma atividade muito concreta e tão notável na área da assistência à infância e aos idosos que é hoje um verdadeiro modelo no meio das instituições congéneres da região.

O CBES começou a desenvolver uma ação de maior envergadura depois que o legado do terreno feito em seu favor pelos Padres Martins lhe proporcionou a construção, em fases sucessivas, do grande complexo do Lar de Idosos, no sítio do Carrascal.

Inicialmente programado apenas para centro de dia, com entrada ao serviço em 25 de Maio de 1992 e depois de ultrapassados muitos obstáculos, veio a conseguir também a valência de lar de idosos em permanência.

Dispondo de alojamento para 22 pessoas idosas em onze quartos duplos, o Lar recebeu em 1 de Julho de 1998, como os seus primeiros residentes, o casal Sr. José Capaz Mengas e D. Noémia Madeira Martins, ficando totalmente ocupado no curto espaço de duas semanas.

Com as ampliações que se seguiram o número de beneficiários aumentou consideravelmente, podendo a sua ação tornar-se extensiva também a idosos vindos de outras procedências que não só de Minde.

O natural desenvolvimento da ação assistencial do Centro levou-o a acrescentar ao seu rol de valências a Assistência Domiciliária a casais ou pessoas não internadas mas carecidas de apoio.

Atualmente assegura as respostas sociais de Infância: creche (4 meses aos 3 anos) Jardim de infância (3 aos 5 anos) e Centro de Actividades de Tempos Livres (6 aos 12 anos)
As respostas sociais de terceira idade: Centro de dia, Serviço de Apoio Domiciliário e Lar de idosos, com um novo edifício em fase de construção que se destina a lar de idosos.